FESTIVAL ESCUTA



O Escuta 2021 traz para o ambiente virtual do Instituto Moreira Salles um novo formato: artistas da cena contemporânea urbana, favelada ou periférica, convida equipes de produção e de comunicação, além de artistas performers da metrópole fluminense. São corpos políticos, não hegemônicos, dissidentes e plurais atuantes nos espaços artísticos, nas ruas e encruzilhadas da cidade. Construíram os seus repertórios nas resistências do fazer, no relacionar e no aprendizado coletivo. Traduzem uma potência transformadora para a arte contemporânea brasileira.

Neste ano, o Escuta Festival será uma constelação complexa e reunirá produções audiovisuais, shows, performances, ações nos territórios, como também em espaços virtuais parceiros, como a TV Coragem. Ao longo dos três dias, o público poderá acompanhar e se relacionar com linguagens artísticas que despertam a apreciação e as reflexões sobre os espaços de arte, as relações com os territórios em suas diversas expansões, os desafios de acessos à vida virtual e sobre como se posicionar profissionalmente num mundo pós pandêmico.

A necessidade de ouvir os outros, que também são parte de nós, por coexistirem em um constante ciclo de resistência, se faz presente. O Festival celebra a comunhão das diferenças culturais em que agentes de sociais e artistas ativistas mostram seus intrumentos de transformação e manutenção de sonhos, nas comunidades. Além das linhas imaginárias do espaço urbano e das fronteiras chamadas de periféricas.




           

Misturando temporalidades e linguagens, evitando distopias e propondo alternativas utópicas, a programação trará temas como as relações entre micro e macropolítica, a ancestralidade, a intergeracionalidade, as reinvenções do espaço, a interdisciplinaridade entre linguagens e conteúdos, o futurismo que revisita tecnologias ancestrais , a infância, as tecnologias, a expansão do mundo físico pela possibilidade do virtual e as pulsões vigorosas e expansões criativas nos campos da música, da fotografia, do audiovisual, da literatura e da performance periféricas. Permeadas pelo sentimento de honra e homenagem aos artistas que fizeram história e emanam inspirações, mesmo após sua passagem por este mundo, como seres encantados. 




CRÉDITOS

Slazz: Slam das Minas RJ e Jazz das Minas.
Escuta Meu Som: Com DJ Larinhax, Thai Flow, Lekin, Mc Taya, Kandú e apresentação de Renata Tupinambá.
Escuta o Tempo: Com Brisa Flow, Eliane Potiguara, Jonathan Ferr. Mediação de Gênesis e performance por Luciano Caten.
Escuta Minha Trajetória: Com Bruna Pierrout, Carol Dall Farra, Denilson Baniwa, Valéria Monã e Coletivo Cine Taquara.
5G: Com Pedro Rocha e Timbuka Hai.
Visão de Cria: Severo IDD e Isaque IDD
Deixa Voar:Homenagem para Cadu Barcellos, Valda Nogueira, Januário Garcia, Luiza Braga, Seu Rodrigues e Felipe Paiva através de pipas poéticas empinadas por crianças na Rocinha numa tarde com o Coletivo Mulheres em Evidência e participação da família dos homenageados


CURADORIA: FRANCISCO VALDEANLORRAN DIAS,
RENATA TUPINAMBÁ, TAISA MACHADO E TOM GRITO



Classificação: Livre


 

FESTIVAL ESCUTA - INSTITUTO MOREIRA SALLES



ALLEGRO MA NON TROPPO

EVERLANE MORAES, 2016

 DOCUMENTÁRIO - 6’ - HAVANA/CUBA -  OBRA DOADA PARA ACERVO TVCORAGEM  


CAMINHADA LUNAR

BAIXADA CINE, 2021

FICÇÃO - 13’ - COLORIDO - BELFORD ROXO/RIO DE JANEIRO -  OBRA COMISSIONADA (2ª TEMPORADA)   



ESPELHOS 

BIARRITZZZ, 2021

FILME EXPERIMENTAL - 2’ - COLORIDO - RECIFE/RIO DE JANEIRO/SÃO PAULO - OBRA COMISSIONADA (2ª TEMPORADA)    

DESTINO AV. BRASIL

JÉFERSON GE, 2021

DOCUMENTÁRIO E FICÇÃO - 18’ - COLORIDO & PB - RIO DE JANEIRO - OBRA COMISSIONADA (2ª TEMPORADA)   


TROPICAOS

RAFAEL BQUEER, 2020

VIDEOPERFORMANCE - 4’ - COLORIDO - SALVADOR - OBRA DOADA PARA ACERVO TVCORAGEM    



FESTIVAL ESCUTA

IMS EDUCAÇÃO E AÇÃO SOCIAL, 2021

VÍDEOS - DURAÇÃO VARIADA - COLORIDO - RIO DE JANEIRO